Quais motivos justificam uma demissão por justa causa?

Quando está exercendo uma carga oficialmente em uma empresa, o funcionário fica regido automaticamente pela CLT. Sendo assim, o mesmo passa a ter direito a alguns benefícios, como por exemplo, o seguro desemprego.

Mas é importante estar atento, pois no caso de demissões m que o empregador apresenta justa causa, o funcionário perde esse e outros direitos. Você sabe o que a empresa pode justificar como justa causa?

1. Negociação Habitual

Quando um funcionário que trabalha no ramo de negociações, vendas, entre outros, e passa a desvirtuar os clientes oferecendo o mesmo serviço mais em conta ou com vantagens, isso é considerado negociação habitual. Este tipo de atitude, se autuada, pode levar sim o funcionário a ser dispensado de seu cargo por intermédio de justa causa, perdendo direito ao saque do FGTS e ao seguro desemprego.

2. Desonestidade

Esta causa pode ser bastante abrangente do âmbito de trabalho, sendo principalmente associada a atitudes que incluem mentiras, alteração de dados ou documentos, furtos e adulterações para obter lucro, entre outros. A atitude de agir de má fé no trabalho para prejudicar alguém ou obter lucro leva sim a perda de direitos na demissão. O funcionário pode ficar a disposição de ferramentas como o Empregador web para arrumar novos serviços.

3. Má conduta profissional

A má conduta profissional é uma das maiores causadores de demissão, principalmente envolvendo situações de atitudes duvidosas nas redes sociais. O aspecto está relacionado a atuação do profissional no serviço, ao seu relacionamento com colegas de trabalhos e clientes, assim como também mau procedimento na hora do serviço. Esses são os casos mais comuns que levam o brasileiro a ser demitido.

4. Investigação ou condenação criminal

Nestas situações, em que o funcionário é indiciado por crimes de qualquer natureza, o empregador não é obrigado a manter o funcionário atuando. Isto quando o mesmo é julgado pela acusação sem a possibilidade poder recorrer, pois assim, a empresa conclui que ele não poderá permanecer cumprindo o serviço e a demissão ocorre de maneira viável.

5. Difamação da empresa

Esta atitude pode ser prejudicial para a carreira do funcionário de forma vitalícia. Difamar, caluniar ou até revelar segredos do seu empregador ou empresa é um dos motivos que leva a dispensa sem direitos para o funcionário. O ato é considerado uma violação de informações e divulgação de informações desvirtuadas, inverdades. Por isso, o funcionário pode sair da empresa sem direito a quase nada.

Ainda tem dúvidas? Então, não deixe de acessar o link a seguir para mais informações: https://segurodesemprego2020.com.br/

Scroll to top